Carta do padre Herman Joseph Kalungi, de regresso ao Uganda

03 | Novembro | 2019

O padre Herman Joseph Kalungi, regressou ao Uganda, depois de terminar e defender a sua tese de doutoramento em teologia dogmática (“The Hypostatic Union and Jesus’ Holiness as Man. A Study in Selected Works of Recent Catholic Christology”), no dia 27 de maio, recebendo a nota de 9,6 (em 10; correspondendo a 19,2 valores). Escreveu-nos uma carta com data de 27 de março, que publicamos na íntegra.

Queridos Benfeitores:
“THANK YOU VERY MUCH!” (Muitíssimo obrigado!, - escrito com maiúsculas).
Sou Herman Joseph Kalungi, o padre do Uganda, da diocese de Masaka, cujos estudos na Universidade Pontifícia da Santa Cruz haveis sustentado nos passados quatro anos. Estou a escrever esta carta para vos dizer “obrigado” com todo o meu coração e com toda a minha alma.
Comecei a licenciatura em teologia dogmática em setembro de 2015, tendo-a terminado em junho de 2017. Então continuei com o doutoramento que espero terminar em junho deste ano, 2019. Em todo este percurso fostes quem pagou os meus estudos. Como é que eu vos posso agradecer? Prometo rezar sempre por vós, enquanto for vivo. Com a ajuda da graça de Deus, hei-de colocar a formação que recebi, assim como toda a minha pessoa e todas as minhas capacidades no serviço da Igreja e do Povo de Deus, onde quer que Ele me mande.
Agora que terminei os meus estudos, devo confessar que estou à espera com impaciência pelo dia em que eu regresse à minha terra. Onde quer que o meu Bispo me mande, eu hei-de ir. Sei que o Povo de Deus espera muito de mim, da minha fidelidade, do meu sacrifício generoso, da minha exemplaridade e do conhecimento dos ensinamentos da Igreja. Peço-vos as vossas orações para que eu possa ser fiel.
Que o Senhor sempre vos abençoe e que Ele próprio seja a vossa recompensa.
Vosso em Jesus e Maria.